TikTok recomenda conteúdo nocivo após ingressar na plataforma

TikTok não é um lugar seguro.

TikTok recomenda conteúdo nocivo após ingressar na plataforma
Photo by Solen Feyissa / Unsplash

O TikTok recomenda conteúdo de automutilação e transtorno alimentar para alguns usuários minutos após ingressar na plataforma, de acordo com um novo relatório publicado pelo Center for Countering Digital Hate (CCDH) dos EUA.

O novo estudo fez com que os pesquisadores criassem contas no TikTok se passando por usuários de 13 anos interessados ​​em conteúdo sobre imagem corporal e saúde mental.

Ele descobriu que, em apenas 2,6 minutos após entrar no aplicativo, o algoritmo do TikTok recomendou conteúdo suicida. O relatório mostrou que o conteúdo do transtorno alimentar foi recomendado em apenas 8 minutos.

Ao longo deste estudo, os pesquisadores encontraram 56 hashtags do TikTok hospedando vídeos de distúrbios alimentares com mais de 13,2 bilhões de visualizações.

"O novo relatório do Center for Countering Digital Hate ressalta por que já passou da hora do TikTok tomar medidas para lidar com a perigosa amplificação algorítmica da plataforma", disse James P. Steyer, fundador e CEO da Common Sense Media, que não é afiliado à o estudo.

“O algoritmo do TikTok está bombardeando os adolescentes com conteúdo prejudicial que promove o suicídio, distúrbios alimentares e problemas de imagem corporal que estão alimentando a crise de saúde mental dos adolescentes”.