Sega abandona negócio de arcade no mercado japonês

Fliperamas da Sega foram vendidos e serão renomeados para GiGO.

Sega abandona negócio de arcade no mercado japonês

A Sega está deixando os fliperamas japoneses para trás. A empresa anunciou que está vendendo seus fliperamas restantes para uma empresa chamada Genda, Inc. (também conhecida como GiGO), e deixando o negócio de moedas, onde primeiro fez seu nome, para sempre.

O primeiro jogo de arcade da Sega foi Periscope , lançado no final da década de 1960, e a empresa tem sido um dos principais players da indústria de arcade desde então.

Embora os fliperamas em todo o mundo tenham sofrido um declínio constante nos últimos 20 anos, devido à onipresença dos jogos de console e PC, eles mantiveram um lugar bastante importante na cultura de jogos do Japão.

No entanto, em 2020 com a pandemia do COVID-19, até os fliperamas do Japão começaram a vacilar. No final de 2020, a Sega vendeu 85% de suas ações nos fliperamas da empresa, que são administrados pela divisão Sega Entertainment, para Genda.

Agora, à medida que novas variantes do COVID-19 surgem e o negócio de fliperama continua lutando , a Sega também vendeu as ações restantes para Genda, de acordo com Eurogamer e Tojodojo .

Os fliperamas da Sega serão renomeados GiGO em todo o Japão, de acordo com um tweet do executivo-chefe da Genda, Takashi Kataoka.