Rússia restringe acesso ao Facebook

Autoridades russas dão início ao bloqueio das redes sociais.

Rússia restringe acesso ao Facebook
Photo by Solen Feyissa / Unsplash

A Rússia está restringindo parcialmente o acesso ao Facebook a medida que a empresa-mãe Meta tem bloqueado as contas de quatro meios de comunicação de propriedade do Kremlin.

Autoridades russas tem exigido uma explicação e, com a recusa da empresa, as autoridades decidiram restringir o acesso ao Facebook.

O órgão de vigilância russo afirma ter registrado 23 casos de “censura da mídia russa e recursos da Internet pelo Facebook” desde outubro de 2020.

A extensão dessas restrições ainda não está clara. Nick Clegg, presidente de assuntos globais da Meta, disse que as autoridades disseram para "parar a verificação independente de fatos e rotulagem de conteúdo postado no Facebook por quatro organizações de mídia estatais russas. Recusamos. Como resultado, eles anunciaram que serão restringindo o uso de nossos serviços."

Clegg acrescentou que "os russos estão usando os aplicativos do Meta para se expressar e se organizar para a ação. Queremos que eles continuem a fazer ouvir suas vozes, compartilhar o que está acontecendo e se organizar através do Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger".

Relatos sugerem que a Rússia tentou espalhar propaganda e desinformação por semanas antes da invasão da Ucrânia.