Navegador Brave está evitando as páginas AMP do Google

Você gosta das páginas AMP do Google?

Navegador Brave está evitando as páginas AMP do Google

O navegador Brave anunciou um novo recurso que permite que seu navegador ignore automaticamente as Accelerated Mobile Pages (AMP) e não mediu palavras ao denunciar essa estrutura "prejudicial".

Em uma postagem no blog, a Brave explicou que o novo De-AMP foi projetado para permitir que os usuários passem pelas páginas renderizadas com AMP e naveguem diretamente para os sites originais. Ele funciona reescrevendo links e URLs para evitar páginas AMP.

Nos casos em que isso não for possível, “o Brave observará enquanto as páginas estão sendo buscadas e redirecionará os usuários para fora das páginas AMP antes que a página seja renderizada, impedindo que o código AMP/Google seja carregado e executado”, disse a empresa.

O novo recurso será ativado por padrão nas próximas versões do navegador (v1.38) para desktops e telefones Android, com dispositivos iOS em seguida.