GM pode fechar fábrica de São José

GM Predicts 68% Boost In Brazil Sales On Luxury Demand, Economy

A General Motors admitiu, pela primeira vez, que o complexo industrial de São José pode fechar caso não haja acordo com 1.598 funcionários considerados excedentes.

Para o diretor de assuntos institucionais da empresa, Luiz Moan, com o fechamento do MVA – onde hoje é produzido somente o Classic – as outras sete fábricas do complexo e que empregam mais 6.000 pessoas serão fechadas gradativamente por falta de produtos e novos investimentos.

Segundo Moan, a planta da cidade perdeu a produção do Cruze, Spin e Cobalt e a oportunidade de produzir o Ônix, além da expansão da fábrica de motores e estampados.

“A coisa é mais séria do que vocês pensam. O risco não é fechar o MVA e sim o risco de fechar o complexo”, afirmou. “A GM perdeu a vontade em investir aqui (São José).”