Facebook recua novamente na decisão de permitir vídeo de decapitação

Facebook recua novamente na decisão de permitir vídeo de decapitação

Facebook mudou sua posição sobre a questão dos vídeos virais violentos mais uma vez. Ontem, a rede social havia voltado a permitir vídeos de decapitações pudessem ser compartilhados em posts dos usuários, após uma moratória de seis meses.

“O Facebook tem sido um lugar onde as pessoas compartilham suas experiências, particularmente quando estão conectados a eventos controversos”, disse um porta-voz.

Mas agora o Facebook voltou atrás e tem removido o vídeo que retrata uma decapitação supostamente realizada no México, como foi observado pelo blog All Things D.

Em um comunicado, o Facebook diz que agora considera o vídeo uma “forma abusiva e irresponsável glorificar a violência.”

Embora o Facebook parece ter mudado de opinião sobre este determinado conteúdo, ele ainda vai permitir clipes violentos que foram enviados com o propósito de condenação.

No entanto, ele pede que os usuários para “fazê-lo de forma responsável, selecionando cuidadosamente seu público e os alertando sobre a natureza do conteúdo, para que possam fazer uma escolha se deve ou não assistir”.

A empresa já havia insinuado que iria considerar a implementação de um sistema de avisos para conteúdo forte.