Facebook pode sair do ar no Brasil nesta sexta-feira

Facebook pode sair do ar no Brasil nesta sexta-feira

De acordo com informações do Estadão, o Facebook poderá sair do ar nesta sexta-feira caso a maior rede social do mundo não cumpra uma decisão judicial.

“O site do Facebook poderá sair do ar no Brasil nesta sexta-feira, 4, caso a empresa não cumpra uma decisão judicial publicada na quarta-feira, 2, pela Justiça paulista. A medida, anunciada pelo juiz Régis Rodrigues Bonvicino, da 1.ª Vara Civel de São Paulo, versa sobre um caso envolvendo a apresentadora de TV e modelo Luize Altenhofen”, diz a publicação.

A confusão envolve um animal que teria sido agredido por um vizinho da apresentadora. O advogado de Altenhofen diz que o mesmo ainda teria ameaçado os filhos pequenos de seu cliente, além de bater no animal com uma barra metálica. Em resposta ao problema, Altenhofen teria se vingado ao bater seu carro no portão do vizinho.

“Quando ela repercutiu a notícia no Facebook isso se espalhou rapidamente, e várias outras pessoas, inclusive artistas, foram dando opiniões agressivas. Na ação indenizatória por danos morais, pedimos que o juiz concedesse a tutela para retirar essas expressões ofensivas da internet. Havia até uma foto dele com uma faixa escrito assassino. O endereço dele também foi divulgado na rede social”, diz o advogado.

Embora o Facebook tenha solicitado os endereços das páginas a serem removidas do sistema, a empresa voltou atrás ao “afirmou que não é responsável pelo gerenciamento do conteúdo e da infraestrutura do site”, ficando a cargo do sede da empresa nos Estados Unidos.

“É importante esclarecer que o Facebook Brasil não é o responsável pelo gerenciamento do conteúdo e da infraestrutura do site Facebook. Essa incumbência compete a duas outras empresas distintas e autônomas, denominadas Facebook Inc. e Facebook Ireland LTD., localizadas nos Estados Unidos da América e Irlanda, respectivamente”.

O juiz Bonvicino, então, considerou essa afirmação “uma desconsideração afrontosa à soberania brasileira”, e deu ao Facebook 48 horas para que seja cumprido a ordem judicial. Caso a remoção não seja efetuada, o magistrado sugeriu que o site será retirado do ar. O juiz ainda escreveu que “o Facebook não é um país soberano superior ao Brasil”.

Que confusão, hein?