Angry Birds precisa de mais inovação e menos bichos de pelúcia, diz ex-chefe da EA

Angry Birds precisa de mais inovação e menos bichos de pelúcia, diz ex-chefe da EA

O ex-CEO da Electronic Arts John Riccitiello usou seu discurso na Gaming Insiders Summit para falar sobre marcas de jogos e ele não fugiu dos detalhes.

Falando no evento de San Francisco, ele disse que as marcas do jogo, como todas as marcas, precisa ser consistente e confiável, citando Grand Theft Auto, Call of Duty e FIFA como bons exemplos. Mas ele disse que algumas marcas de jogos precisam de fazer mais para se juntar as fileiras.

Respondendo a uma pergunta sobre o Angry Birds, ele disse que a Rovio precisa fazer mais para inovar. “Eu não acho que a marca não tenha nada a ver com fazer brinquedos de pelúcia”, disse ele. “Eles são ótimas maneiras de estender marcas, mas eles também podem diminuir a marca. Eles podem contrariar a inovação implacável”.

“Adicionar a marca Star Wars não é uma inovação. Mas funciona bem como fizeram. Talvez amanhã eles vão fazer algo tão fundamentalmente inovador que vai provar que estou errado, mas eles não têm um modelo que domina as microtransações. Gostaria que tivessem colocado o máximo de inovação e energia nos códigos. Talvez eles queiram ser a Disney antes de terem feito o suficiente”.